Sinopse

Numa casa isolada no interior vivem a menina Alma e sua Avó. Num dia comum, Alma acorda e se olha no espelho. O espelho quebrado tem um reflexo distorcido da menina. Com esse simples fato ela entra num processo de questionamentos de si mesma, do existir e do mundo. Com um olhar puro, Alma observa as coisas com a admiração e o espanto da primeira vez. A noite chega e finda o dia, para surgir outros como todos iguais de sua vida, e Alma continua a questionar, esse é o combustível para continuar vivendo.

Prêmios

Melhor Curta de Ficção no 7º Alucine Festival Latino Americano de Toronto/Canadá

Prêmio MEC – Melhor Curta Universitário Brasileiro/ 2006

Prêmio ABD de Melhor Curta 16mm Cine-PE 200

Prêmio Calunga de Melhor Fotografia Cine-PE 2005

Prêmio do Júri Popular no I Festival de Vídeo Estação Cabo Branco 2010

 

Participações em festivais:

Festival Signes de Nuit/ Paris – França

16º Festival Internacional de Curtas de São Paulo

Projeto Cine-Viagem Latino (O curta foi exibido em 15 cidades da Argentina e Uruguai).

Curta Cinema 2005 – Festival de Curtas-Metragem do Rio de Janeiro

Curta-Natal 2005 (Rio Grande do Norte)

Festival Guarnicê de Cinema no Maranhão 2005

32º Jornada Internacional de Cinema da Bahia

 

Ficha Técnica

com Luana Emília como Alma e Zezita Matos como Vó.

Roteiro, direção e produção: André Morais

Co-produção: Universidade Federal da Paraíba e Ctav/Funarte.

Fotografia: João Carlos Beltrão

Direção de Arte: Petra Ramalho

Assistente de Direção: Alex Camilo

Assistente de Câmera: Bruno Salles

Assistente de Arte: Thiago Nóbrega

Elétrica e Maquinaria: Lúcio César

Montagem: André Morais e Karen Barros

Edição de Som: Nisélio Garcia

Maquiagem: William Muniz

Platô: Seu Lula

Filmado na cidade de Cuité/PB em janeiro de 2004.


Discografia

  • Dilacerado (2015)

     
  • Bruta Flor (2011)

     

Vídeos

+ Vídeos

 

 

 

André Morais